Ministério da Mulher

Associação Mineira Leste

Débora

filhas-de-Deus_7debora

“E Débora, mulher profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo.” Juízes 4:4

Débora, a profetisa, governou Israel durante o reinado de Jabim, um rei cananeu que foi muito cruel para com os filhos de Israel. A vida nas aldeias era dura. O povo era saqueado e fugia para as cidades fortificadas, em busca de proteção. Então o Senhor suscitou Débora, que era como uma amorosa mãe para Israel. Deus enviou por intermédio dela uma mensagem para que Baraque se preparasse para encontrar Sísera, general de Jabim, na batalha. Baraque recusou-se a ir, a menos que Débora fosse com ele. Ela concordou, mas avisou- lhe que, devido à sua falta de fé nas palavras do Senhor, a honra de matar Sísera seria de uma mulher, e não de Baraque.

Débora comemorou a vitória de Israel num cântico muito exal- tado e sublime. Ela atribuiu a Deus toda a glória do livramento deles, e mandou que o povo O louvasse por Suas obras maravilhosas. Ela conclamou os reis e príncipes das nações ao redor para que ouvissem o que Deus realizara em favor de Israel, e ficassem advertidos quanto a não causar-lhe dano. Ela mostrou que a honra e o poder pertencem a Deus, e não a homens ou a seus ídolos. Descreveu as extraordinárias manifestações da majestade e do poder divino exibidas no Sinai. Expôs perante Israel sua indefesa e aflitiva condição, sob a opressão dos inimigos, e relatou com veemente linguagem a história de sua libertação.

O relato bíblico que temos sobre Débora é um relato de vitória. Mais do que uma vitória contra a opressão sofrida pelo povo de Israel, é um relato da vitória feminina sobre os estigmas. Nós, hoje, olhamos para as mulheres do passado e muitas vezes lamentamos sua condição. Nos esquecemos que condição alguma é barreira para sermos usadas por Deus.

Deus usou Débora para libertar Israel de uma condição opressora, e ao mesmo tempo usa sua história para nos mostrar que unidas a Ele estamos livres de opressões e estigmas que possam existir sobre nós. Uma mulher nas mãos de Deus é uma mulher valorizada, independente da época em que vive. Uma mulher nas mãos de Deus é mais corajosa que um homem, e é capaz de liderá-lo.

Fonte: Filhas de Deus – Ellen White
Ilustração: Robert Hunt, do livro Daughters of Grace, Trudy J. Morgan-Cole.